Início >> Agregador de feeds >> Fontes >> Blog do Jaime

Blog do Jaime

Subscrever feed Blog do Jaime
Atualizado: 2 horas 27 minutos atrás

Presidente da Croácia assiste jogo na arquibancada e paga passagem

sex, 13/07/2018 - 05:00

Fonte: Só Notícia Boa c/info RBSNada de mordomia com o dinheiro do povo. A presidente da Croácia – classificada para a final da Copa contra a França – paga do próprio bolso pela passagem aérea para ir à Rússia.
Sim, ela vai em vôo comercial. Não usa avião presidencial, como acontece no Brasil e em outros países.
E mais: Kolinda Grabar-Kitarovic, de 50 anos, assiste aos jogos na arquibancada, no meio do galera e ainda desconta do próprio salário os dias de folga para assistir à seleção croata..
Ela é apaixonada por futebol e acompanhou todos os jogos da seleção croata sem protocolos, nem luxo..
Ah, e sem terninho! Durante as partidas, a presidente do país veste o excêntrico uniforme quadriculado da seleção croata.
Após a classificação da Croácia à semifinal, em que eliminou nos pênaltis a anfitriã Rússia, no último sábado (7), Kolinda foi flagrada comemorando com jogadores e membros da comissão técnica aos pulos.
Ela entoava junto com eles o cântico “chame, apenas chame/todos os falcões /eles darão a vida por você” - em tradução livre.

Só os brasileiros podem mudar o Brasil!

qui, 12/07/2018 - 15:44
ENTRE NÓS
Jaime Porto
Presidente Sinprafarmas

O Brasil não vai bem, obrigada! A conjuntura nacional, a geração de empregos e renda, a corrupção precisam ser discutidos sem trégua e caminhos alternativos precisam ser encontrados para que o Brasil saia da enorme crise instalada pelas incompetências de um governo rejeitado e supere os quase 14 milhões de desempregados.
E não é só isso, a segurança inexistente permitiu quase 63 mil assassinatos em 12 meses, premiando com a certeza da impunidade um grupo de novos delinquentes que só faz crescer.
As estatísticas negativas são estarrecedoras, mas é possível reverter essa realidade e um dos caminhos é o crescimento econômico, que gera o consumo. Se existe renda, existe consumo, o capitalismo moderno se baseia no consumo de massa e o consumo de massa se baseia na renda; então como ter um capitalismo que destrói a renda? Pessoas e empresas endividadas não conseguem consumir e este é um problema a ser atacado sem delongas, pois, quem quebra não pode investir. Não é com pelo arrocho salarial que a solução se manifestará
Economia é assunto chato para muitos, mas é debate importantíssimo para o país, pois se a economia vai mal o povo vai pior. Portanto, é hora de mudar o ânimo, vencer o medo, sair do drama e principalmente não inclinar-se ao voto de protesto, que a nada nos leva. É hora de conscientização e ação. Só os brasileiros podem mudar o Brasil.

É ou não é?

qui, 12/07/2018 - 05:00
Conselho Superior de Justiça do Trabalho - CSJT
Você tem dúvidas sobre o que pode ser considerado acidente de trabalho? De acordo com a Lei 8.213/91, é toda ocorrência decorrente do exercício do trabalho a serviço da empresa ou de atividades realizadas por segurados especiais que provoque lesão corporal ou perturbação funcional, tendo como resultado a morte, a perda ou a redução - permanente ou temporária - da capacidade para o trabalho.

Empregado teve perda de salário com reforma trabalhista, diz Diap

qua, 11/07/2018 - 10:56

Fonte: Valor EconômicoO analista político André Santos, do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), afirmou que, a partir da reforma trabalhista, cada trabalhador teve perda média de R$ 14 em seu salário. “Pode parecer pouco para a classe média, mas é muito significativo para quem ganha um salário mínimo”, afirmou. 
O analista afirmou que tanto o poder Executivo quanto o Legislativo “têm culpa no cartório” ao, respectivamente, propor e aprovar uma reforma trabalhista que surtiu efeito “inverso” ao prometido. Santos disse que não houve crescimento de emprego no período de janeiro a março deste ano, quando a nova lei já estava em vigor. Na avaliação do Diap, a reforma trabalhista resultou na precarização das relações de trabalho. 
Saiba mais

Intermitente sem trabalho e renda infla estatísticas oficiais de emprego

qua, 11/07/2018 - 05:00
Fonte: Folha de SP
Uma pessoa que assinou contrato intermitente, mas não foi chamada para trabalhar e não recebeu salário é um empregado? Para o governo federal, sim.
Ao divulgar o dado oficial que mede o desempenho do mercado de trabalho formal, o Ministério do Trabalho tem incluído os intermitentes na estatística, mesmo sem saber se de fato trabalharam. Esse tipo de contratação foi criada pela reforma trabalhista, em vigor desde novembro. O contrato, também conhecido como zero hora, não prevê uma jornada fixa. Isso significa que o trabalhador pode ser chamado esporadicamente e só recebe remuneração pelo período que prestou serviço. Se não for convocado, não tem salário.
Desde a divulgação dos dados de novembro, o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) traz a quantidade de intermitentes. O saldo positivo dessa modalidade tem aumentado o resultado geral, apesar de ainda ser pequeno se comparado ao total do mercado de trabalho.
O presidente Michel Temer divulgou que, em maio, foram criados 33 mil novos empregos no Brasil. Mais de 3 mil, contudo, são intermitentes –quase uma a cada 10 vagas. Procurada pela Folha, a assessoria de imprensa do Ministério do Trabalho disse que, considerando “as especificidades do trabalho intermitente”, será feita uma estimativa da proporção de contratados nessa modalidade que efetivamente trabalharam.

Saiba mais...

Novo certificado vai identificar companhias com equidade salarial

ter, 10/07/2018 - 11:33
Fonte: Valor 
A discussão sobre diferença salarial entre profissionais homens e mulheres vem ganhando espaço no mundo corporativo, mas 2018 é o ano em que ela não poderá mais ser ignorada em diversos países. 
Saiba mais...

Só o trabalhador pode aumentar sua bancada dentro do Congresso

ter, 10/07/2018 - 11:10
A reforma trabalhista aprovada pelo Congresso e legitimada pelo SFT é o maior acinte contra o trabalhador desde a edição da CLT. Não satisfeito, o presidente do Congresso Rodrigo Maia ainda afirmou que “reforma trabalhista proposta pelo Planalto é tímida, que Câmara deve “dar um passo além” e que Justiça do Trabalho não devia existir.” 
Este é o cenário que o movimento sindical enfrenta nesse momento de degradação das relações de trabalho e direitos sociais duramente conquistados ao longo de mais de um século de lutas e mortes. Some-se a isso a corrupção pública que impede o crescimento econômico do pais, desestabiliza a previdência social e impede a geração de empregos, criando um momento de total insatisfação com a classe política e jurista do país. 
Assim, muitos sindicalistas estão mobilizando suas candidaturas para a próxima eleição, pois o desejo de mudanças é muito forte na base trabalhadora e nas cúpulas sindicais. Mais do que nunca é preciso aumentar a bancada trabalhadora no Congresso Nacional, o que demandará um enorme esforço de ações políticas que só serão possíveis se houver unidade da classe. 
É o momento de sindicalistas e trabalhadores se apoiarem e votarem de modo a fortalecer a bancada trabalhadora, para que as forças atuantes dentro da casa legislativa possam se equiparar e não apenas pender para o lado do capital, como tem sido até hoje. 
Fique esperto nessa eleição!

Venda de medicamentos cresce 7,4% até maio de 2018

ter, 10/07/2018 - 09:25
Fonte: Guia da Farmácia c/info Abradilan (Core Group)Nos primeiros cinco meses de 2018, a venda de medicamentos e não medicamentos cresceu 7,4%, fechando em R$ 2,3 bilhões – contra R$ 2,1 bilhões do mesmo período um ano antes, de acordo com a Associação Brasileira de Distribuição e Logística de Produtos Farmacêuticos (Abradilan). Em unidades, entre janeiro e maio deste ano, foram comercializados 428 mil produtos, alta de 3,2% em comparação à temperadora passada (total de 414,1 mil). Os dados são da IQVIA.
O balanço dos últimos 12 meses também é bastante positivo. Entre maio de 2017 e maio de 2018, as vendas totalizaram R$ 5.456 bilhões, um aumento de 9,3% em comparação ao mesmo período no ano anterior. Em unidades, foram comercializadas 1.031 bilhão em 2018 e 970,5 milhões em 2017. 
Na distribuição de segmentos de produtos, o destaque fica por conta dos medicamentos genéricos e similares, que chegam a representar 42,4% das vendas. em unidades, o percentual é um pouco maior, 43,9%. 

Biolab entra no mercado de genéricos

ter, 10/07/2018 - 09:20
Fonte/Foto: Guia da Farmácia c/info Valor EconômicoEmpresa compra Actavis e abrange novos segmentos. A Biolab está, agora, no mercado de medicamentos genéricos. A empresa espera faturar mais de R$ 150 milhões já em 2019. A entrada no segmento acontece após a compra da Actavis Brasil, que pertencia à israelense Teva, concluída na última semana.
Apesar de o valor do negócio não ter sido divulgado, o Valor apurou que, na indústria, cogita-se que a Biolab teria pagado algo entre R$ 40 milhões e R$ 60 milhões pela operação, que inclui uma fábrica no Rio de Janeiro e portfólio com 30 produtos. O faturamento da Actavis, em 2017, é estimado em torno de R$ 50 milhões.
No mercado de genéricos, a estratégia não será concorrer diretamente com as grandes do segmento, como EMS, Hypera e Medley. Até o ano que vem, o portfólio deverá ser formado por 60 produtos, que juntos poderão responder por 15% do faturamento da Biolab. “O genérico é uma realidade do mercado brasileiro, então temos de trabalhar nisso também. vamos diluir custo de produção”, diz o presidente e um dos controladores da Biolab, Cleiton de Castro Marques.
O grande atrativo estpa em outra parcela de produtos da Actavis, que permitirão à Biolab outra estreia, na área de sistema nervoso central (SNC). “Vamos jogar em genéricos, mas sem abrir mão do DNA da Biolab, que é a inovação”, reitera o empresário. A farmacêutica montou, ainda, um moderno centro de Pesquisa & Desenvolvimento em Ontário (Canadá).

Você sabe a diferença entre drogaria e farmácia?

ter, 10/07/2018 - 09:17
Fonte/Foto: Guia da Farmácia c/info SebraeApesar de parecer a mesma coisa, estabelecimentos têm regras distintas. Ainda que ambos vendam medicamentos, farmácias e drogarias não significam a mesma coisa. De acordo com o Decreto nº 74.170/74, são estabelecimentos de dispensação e comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos em suas embalagens originais.
Porém, as farmácias poderão desenvolver atividades mais amplas, como manipulação de fórmulas magistrais e oficinais, comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos, compreendendo o fornecimento destes ao consumidor, além do atendimento privativo de unidade hospitalar ou de qualquer outra equivalente de assistência médica.
A lei nº 13.021/14 clareou, ainda mais, a definição de cada um dos estabelecimentos:

Farmácia sem manipulação ou drogaria: estabelecimento de dispensação e comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos em suas embalagens originais;
Farmácia com manipulação: estabelecimentos de manipulação de fórmulas magistrais e oficinais, de comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos, compreendendo o de dispensação e o de atendimento privativo de unidade hospitalar ou de qualquer outra equivalente de assistência médica.
A farmácia pode, ainda, manter laboratório de análises clínicas (dependência distinta e separada) e sob a responsabilidade técnica do farmacêutico bioquímico.

Golpes no WhatsApp

ter, 10/07/2018 - 05:00
Conselho Nacional de Justiça - CNJCom mais de 1,5 bilhão de usuários ativos em todo o mundo, o aplicativo de mensagens WhatsApp, além de agilizar a comunicação no dia a dia, também se tornou espaço propício à propagação de diversos golpes. Promoções, saque de benefícios, empréstimos e outros assuntos são usados como pretextos para armadilhas que podem gerar grandes problemas. Fique atento às dicas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para não cair em cilada.

Ministro do Trabalho é afastado pelo STF por suspeita de fraude

sex, 06/07/2018 - 05:00
Fonte: Valor EconômicoO ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), aceitou argumentos apresentados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e afastou liminarmente do cargo o ministro do Trabalho Helton Yomura, do PTB de São Paulo. Yomura também foi alvo de busca e apreensão realizada nesta quinta-feira pela Polícia Federal (PF) em seu gabinete em Brasília. O agora ministro do Trabalho afastado é investigado na terceira fase da Operação Registro Espúrio, que apura fraudes na concessão de registros sindicais pelo Ministério do Trabalho.

Centrais sindicais preparam Dia de Luta pelo Emprego

qui, 05/07/2018 - 10:48
Fonte: Rádio Peão
Dirigentes das Centrais reuniram-se em 4/jul/18, na sede do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos, para preparar um dia nacional de luta pelo emprego e organizar as formas de manifestações. 
Na reunião, o Dieese apresentou alguns números da situação: 13 milhões de desempregados; 32% dos desempregados são jovens com idade entre 18 e 24 anos; 52% dos desempregados são mulheres; 25 milhões são subocupados. Pesquisa do Dieese em parceria com a Fundação Seade mostra que o tempo para encontrar um novo emprego é de 47 semanas – quase 12 meses. 
De acordo com os dirigentes, as entidades não estão discutindo somente reivindicações da classe trabalhadora e do movimento sindical, mas de toda a sociedade. A pauta de mobilização das Centrais Sindicais também envolve a defesa dos direitos trabalhistas e sociais, da aposentadoria, de salário digno.

Fecomerciários e Sincofarma discutem Convenção dos práticos de farmácia

qui, 05/07/2018 - 10:23

A Fecomerciários realizou em sua sede, na Capital paulista, na tarde desta quarta, 4 de julho, reunião com representantes dos Sinprafarmas filiados e do patronal varejista Sincofarma, para discutir cláusulas da Convenção Coletiva dos trabalhadores do setor de produtos farmacêuticos válida para o período 2018/2019. 
Durante a reunião, a parte patronal sugeriu alteração em sete das 64 cláusulas vigentes. Em resposta, os representantes dos trabalhadores ficaram de se reunir para discutir contrapropostas e chegar a um consenso. A intenção é resolver todas as pendências já na próxima reunião entre as partes, marcada para o dia 11 de julho, às 14 horas, novamente na sede da Fecomerciários. 
O lado patronal foi representado pelo advogado André Bedran, coordenador do departamento jurídico do Sincofarma, e por seu presidente, Natanael Aguiar Costa. O presidente Mário Herrera, do Sincomerciários de Marília, defendeu os interesses dos trabalhadores em farmácia e da Fecomerciários, assessorado pela advogada Fátima Rueda e o economista José Elpídio. Presidentes dos Sinprafarmas de todo o Estado participaram dos debates. Giovani, do Sinpra BS esteve presente.

Práticos de farmácia discutem Convenção Coletiva com patronal Sincamesp

qui, 05/07/2018 - 10:20

Na manhã desta quarta, 4 de julho, dirigentes dos Sindicatos dos Práticos de Farmácia filiados à Federação dos Comerciários se reuniram na sede da entidade, na Capital paulista, com representantes do Sindicato do Comércio Atacadista de Drogas e Medicamentos do Estado de São Paulo (Sincamesp) para mais uma rodada de negociações da Campanha Salarial 2018 da categoria, cuja data base é 1º de julho. O diretor tesoureiro da Federação, Jair Mafra, coordenou os trabalhos representando a presidente em exercício, Lia Marques. 
No encontro, além de defenderem reajuste digno, acima da inflação, os Sinprafarmas se mantiveram firmes em defesa da permanência das homologações nos sindicatos, entre outras clausulas que além de contraporem a nova legislação trabalhista, garantem a segurança e o bem-estar dos práticos de farmácia. Em breve haverá outra reunião – sem data definida – para uma nova rodada de negociações dos atacadistas. Giovani, diretor do Sinprafarmas BS participou do encontro.

CNH digital vanlendo!

qui, 05/07/2018 - 05:00
Conselho Nacional de Justiça - CNJ
Você poderá acessá-la pelo seu smartphone sempre que precisar. Basta cadastrar-se no portal de serviços do Denatran e seguir o passo a passo: http://bit.ly/TutorialCNHDigital

Falando de estágio....

qua, 04/07/2018 - 05:00
Conselho Nacional de Justiça - CNJ
O estágio é a fase da educação de jovens e adultos em preparação para o mercado de trabalho, sendo ofertado como obrigatório ou não obrigatório. A jornada de estágio máxima para estudantes que estejam frequentando o ensino regular em instituições de educação superior, profissional, de ensino médio deve ser de até 30 horas semanais. Já os estudantes da educação especial e dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional da educação de jovens e adultos, deve ser de até 20 horas semanais.

Curso de Aplicação de Injetáveis: Estamos formando uma turma para 14 de julho

ter, 03/07/2018 - 15:19

Aconteceu dia 23 de junho no auditório do Sinpra. Haverá uma nova turma dia 14 de julho. Se quisser participar mande um Whatsapp para o Sinpra 99711-2276. São apenas 25 vagas!

Amazon anuncia a compra de e-commerce do varejo farmacêutico

ter, 03/07/2018 - 10:40
Fonte: Guia da Farmácia c/info Globo OnlineApós entrar no varejo alimentício, com a compra da Whole Foods, a Amazon entrará no mercado farmacêutico. A empresa acaba de informar que comprará o grupo on-line de farmácias PillPack, em um pequeno passo, mas significativo, no segmento de saúde nos Estados Unidos, pesando sobre ações de varejistas e distribuidores de medicamentos.
O movimento já era esperado por investidores em companhias de saúde já estabelecidas, que temiam o potencial da maior varejista online do mundo de mudar o complexo negócio farmacêutico dos Estados Unidos.
O acordo para a aquisição da PillPack colocará a Amazon em concorrência com varejistas e distribuidores como a CVS Health e a Walgreens Boots Alliance. As ações de ambas as empresas recuaram aproximadamente 9% no início dos negócios, enquanto os papéis de atacadistas McKesson, Cardinal Health e AmerisourceBergen caíram acentualmente.
O presidente-executivo do Walgreens, Stefano Pessina, disse que não estava “particularmente preocupado” com o acordo da PillPack, em teleconferência com analistas sobre os resultados, descrevendo a compra como uma “declaração de intenção” da Amazon. 

Prescrição de medicamentos controlados poderá ter validade nacional

ter, 03/07/2018 - 10:37
Fonte: Guia da Farmácia c/infoSenado NotíciasAs receitas de medicamentos controlados e manipulados poderão ter validade nacional. A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) aprovou o substitutivo da Câmara dos Deputados (SCD) 4/18 ao Projeto de Lei do Senado 325/2012, que define que a receita tem validade em todo o Brasil, independente da unidade federada em que tenha sido emitida. Hoje, as prescrições valem somente no estado de origem.
Na Câmara, o texto foi alterado para modificar o parágrafo único do artigo 35 da Lei 5.991, de 1973, que trata do controle sanitário do comércio de medicamentos sujeitos ao controle sanitário especial. No entendimento da Câmara, explicitar os medicamentos sob controle especial é necessário uma vez que, na prática, são os únicos produtos cujas receitas não podem ser aviadas fora do estado em que tenham sido emitidas.
A relatora da proposta na CAS, senadora Ana Amélia (PP-RS), argumentou que as farmácias já contam com um rigoroso controle e exigem a receita médica e os documentos do paciente que usará o medicamento. Para a senadora, a iniciativa beneficiará os pacientes que estão em tratamento e precisam viajar ou se consultar em outro estado.
O foco do projeto é permitir que todos os cidadãos possam comprar os medicamentos independente da onde eles estejam, incluindo os medicamentos sujeitos a controle especial. Especialmente os casos de medicamentos de uso contínuo, o paciente pode ter algumas dificuldades, por exemplo, se for viajar e ficar mais tempo do que o esperado. A proposta segue, agora, para a análise do Plenário do Senado.